domingo, 2 de março de 2014

JACÓ & JOÃO


Em Gênesis 32 nós temos o episódio em que Jacó luta com o Senhor. Jacó agarrou-se ao Senhor e não o deixou ir até que o abençoasse. A questão aqui é que Jacó estava passando um grande drama em sua vida, ele iria se reencontrar com seu irmão Esaú, e neste desespero ele criou coragem até mesmo para encarar Deus, ele agarrou-se ao Senhor como homem de verdade.

Nós podemos ler no próprio livro de Gênesis, quando Adão e Eva pecaram contra o Senhor, depois quando o Senhor veio procurá-los, eles sentiram um medo de Deus, e se esconderam, agiram como meninos! Mesmo no livro de Daniel, nós vemos, ele sendo visitando por um anjo, e caindo aos seus pés como morto, de medo, temendo o sobrenatural.

Mas na vida de Jacó nós podemos ver claramente que situações de pressão extrema nos fazem agir de forma diferente, ele perdeu o medo de Deus, e desesperadamente se agarrou ao Senhor.

Entretanto o ponto que eu preciso chegar é que Jacó agarrou-se ao Senhor por causa do seu desespero, mas nós podemos ver um outro personagem na bíblia, que também agarrou-se ao Senhor, só que desta vez, por AMOR. Eu estou falando do Apóstolo João, quem não se lembra do seu Evangelho, que relata a forma carinhosa como ele ousou reclinar-se ao peito do Senhor na última Ceia!

João também agarrou ao Senhor, porém agarrou por Amor.

A essência é muito simples, quando Adão e Eva não haviam caído, eles faziam o mesmo que João fez com o Senhor, no Jardim, eles repousavam e dormiam nos braços do SENHOR por Amor. Quando eles caíram, eles sentiram medo e dor e fugiram do Senhor, porém o Senhor começou a ir atrás deles. A dor que sofremos neste mundo deve nos levar ao encontro que Jacó teve, mesmo que seja por dor, abrace ao Senhor, agarre ao Senhor! Mesmo que seja por desespero, não seja um menino como Adão e Eva, encare a Deus como fez Jacó! Encare a Deus como príncipe!

Mas porém, depois que você tiver encarado a Deus por dor, agora experimente escolher abraçá-lo por AMOR. Experimente deitar-se nos braços de Cristo e deixá-lo te aquecer! Escolha agora mesmo abraçá-lo por AMOR, não importando a tua condição, vá até ELE e diga ao SENHOR "oh SENHOR, agora mesmo quero abraçar-te por AMOR! Por favor, abrace também este pobre pecador, e lave-me no SEU PRECIOSO SANGUE!"

Não importa o que aconteça, descobri que sempre terei um lugar para reclinar a cabeça, um lugar que ELE me preparou em seu próprio CORAÇÃO, um lugar para descansar, tomar alívio, encontrar-se com DEUS.

Se ELE quisesse te matar, não teria morrido por você. ELE veio te buscar ovelha perdida, pois todos nós estávamos desgarrados. Bem agora, ELE pode te dar este colo, apenas escolha abraçá-lo por AMOR, deixe que o seu abraço trague todo o desespero da tua alma, aproveite enquanto este abraço está disponível, enquanto este colo está disponível. Não tema, não tenha medo, apenas abrace-o por AMOR. ELE derramou SANGUE para te dar este colo, este carinho, este abraço, este REINO, esta GLÓRIA. Abra seus olhos para uma visão diferente, e nada mais te importará. Deixe-o te consumir, te absorver, te envolver nos seus poderosos braços, e nada mais te importará. O Seu abraço de perdão, fará você não mais se preocupar com seus pecados. O Seu abraço de libertação, te fará sentir-se como se estivesse andando nas nuvens, cavalgando com JEOVÁ! O Seu abraço de cura, te fará esquecer de todo o peso e ingratidão desta terra.

Paz Seja Convosco, abracem ao SENHOR enquanto é tempo, o SENHOR não pode fluir onde há religiosidade, e espírito faccioso, una-se portanto a ELE, entregue-se aos seus braços de AMOR, DE JUSTIÇA, DE PERDÃO, ELE é o SENHOR que te Santifica, confie a ELE o trabalho de SANTIFICAÇÃO da tua vida, ao EU SOU O SANTIFICADOR.

Como João, te abraçarei por AMOR, como foi antes da queda, quando dormi em seus braços sem temer-te, mas tendo plena certeza de que TU ÉS DEUS, e que me Amou. Agora é a minha vez SENHOR, de te amar, e me entregar a TI. Obrigado pelo Teu FILHO, obrigado por TUDO, eu te amo agora, com todo meu coração, porque me libertaste pagando o preço tão alto que ninguém jamais poderia pagar. Me remiste para TI e agora eis me aqui, sou teu, e nada poderá impedir isto. Nem a morte, nem a vida, nem tristeza, nem a angústia, nem as coisas do presente, nem as do passado, nem as do futuro, nada absolutamente nada, poderá me separar o TEU AMOR em CRISTO JESUS.

AMÉM!

Um comentário: