terça-feira, 23 de julho de 2013

O FOGO DO OURIVES TRAZ A TONA AS IMPUREZAS


O antigo processo do refinamento do ouro sempre incluiu o fogo. A presença do fogo é totalmente necessária, e indispensável para que o ouro possa ser purificado e então possa ficar liquido, pronto para ser moldado. Quando retiramos o ouro da natureza ele normalmente esta enterrado, misturado a terra, barro, pedra, inclusive misturado a outros metais. Ao longo do processo de purificação, isso se torna tão exigente, que quando buscamos um ouro puro, então até mesmo a prata (outro metal precioso) é considerada impureza!

Para refinar-se o ouro e separá-lo de toda a impureza normalmente usa-se o processo de fundição, aquece-se o ouro bruto a altas temperaturas, isso começa a fazer o trabalho de separação, de purificação do ouro! O ouro é mais pesado que as impurezas, então conforme o calor intenso do fogo vai aquecendo-o, o ouro começa a acumular-se no fundo do cadinho (forninho), enquanto as impurezas, que são mais leves, começam a vir a tona, começam a vir a superfície!

O Senhor Jesus é como o fogo do ourives! O Espírito Santo é o fogo enviado por Cristo para nos refinar! Sem o fogo é impossível refinar o ouro! Sem o Espírito Santo é impossível purificar um coração! No processo de purificação do Espírito Santo num cristãos, encontramos a mesma situação de quando o ouro é provado pelo fogo:

1) Há um componente de libertação neste assunto: O fogo do ourives liberta o ouro de todas as escórias, de toda a impureza, ele age como principal agente de separação e fundição do ouro. Uma vez terminado o seu trabalho, o trabalho do fogo, então o ouro agora está livre de toda impureza e tão importante quanto isso, mas ele agora não está mais na forma sólida, duro, ele é liquido, ele flui, ele escorre, ele está pronto para ser moldado na forma que ourives desejar. O fogo amolece o coração!

2) Há um componente de humildade e arrependimento: O fogo faz com o ouro derreta e se acumule no fundo do recipiente, enquanto isso a escória toda vem a tona, sobe a superfície e acaba sendo exposta para então poder ser removida. O Senhor mesmo em sua Palavra nos garantiu que quando Ele nos desse o Seu Espírito então a primeira coisa que começaríamos a fazer é simplesmente começar a vomitar todos os nossos ídolos e pecados. Tudo que estava guardado lá dentro, as coisas nojentas, começariam a vir a tona e serem removidas até o momento da purificação total. O ouro se abaixa ao fundo e deixa as impurezas aparecerem diante do calor do fogo, este é um componente de arrependimento e humildade.

Em igrejas onde não há mais o fogo da presença de Deus, não há também quebrantamento, arrependimento, confissão de pecado e consequentemente, santificação. Não há vida eterna! As pessoas viverão a vida inteira nos seus pecados a menos que clamem que o fogo de Deus as venhas refinar! Quando o fogo vem Ele causa tristeza pelo pecado, contrição de coração, Ele nos amolece, nos refina, nos humilha (nos deixa humildes!), nos purifica, as impurezas e vergonhas vem a tona e começam a ser removidas! Se tem fogo de verdade, uma purificação então vai acontecer!

Que o Senhor acenda a chama do Espírito em nossas vidas para que haja então um real processo de purificação, que nos fara se abaixar como o ouro, as nossas escórias virão a tona, ele nos separará de toda a impureza e pecado, e nos deixará moles e macios, líquidos  prontos para fluir para a forma que ele quiser nos dar!

As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes. Salmos 12:6

Deixemos então que o Espírito do Senhor nos renove e nos transforme em um vaso santo, um vaso de ouro puro, precioso, provado e preparado para toda boa obra, um vaso separado para uso do Senhor, um vaso para a honra de Cristo, digno de conter o Espírito Santo, digno de ser habitação do Senhor Jesus. Apenas o Espírito pode fazer isso em nós, então, que o fogo seja aceso, e a unção remova de nós todo o orgulho!

Sede pois puros, pois as palavras do Senhor, são puras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário